sábado, 30 de junho de 2012

O Monstro do Ponto Final (.)


No meu rotineiro devaneio entre os blogs desse mundo, percebi que as pessoas têm medo de usar o ponto final, meu deus é algo tão simples e fácil, basta apenas clicar em uma tecla do teclado, aquela que fica do lado da tão querida vírgula, que MUITAS blogueiras acreditam que tenha a mesma função do ponto final, mas na verdade não tem!! 

Foi um custo ENORME escrever o parágrafo de cima inteiro sem um ponto final. Fico pensando como algumas blogueiras conseguem escrever um post gigante, 3 ou 4 vezes maior que esse asqueroso paragrafozinho, sem usar ponto final nem uma vez. E não são blogueiras de esquina, que escrevem pra meia dúzia de leitores. São famosas, com milhares de curtidas no facebook, e que vivem disso. Ganham dinheiro com o blog sem pontuar as frases. Fico indignada! O máximo que acontece é usarem exclamação ao final do parágrafo. Sou daquelas que acredita no Português. Sei que a internet permite algumas extravagâncias, mas assassinar a Língua é inaceitável. É algo que dói os olhos, faz arrepiar cada fio de cabelo. Fora que o uso excessivo de vírgulas e falta de ponto final, confunde o leitor e dá duplo sentido às frases. Se quer se fazer entender, blogueira, use o ponto final.

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Café com vampiros


Eu acordei cedo naquela quarta-feira gelada. Na aula de Japonês aprendi que existe uma linguagem diferente para falar de pessoas superiores, como presidentes e chefes. Voltando pra casa, parei para tomar um café. Você estava acordando. Trocamos mensagens, mais empolgadas que o normal, enquanto você se arrumava para sair. Por sorte descobri que não teria aula à tarde então saltitei pelas ruas, bem feliz.

Você saiu de casa, eu tomei banho. Me emperequetei toda, escova no cabelo, blush e botas. Logo logo você desceu do avião e entrou no ônibus, e então eu saí de casa, desesperada para te ver. Desci a rua correndo e quando cheguei ao ponto, você mal tinha chegado na metade do caminho. Te vi! Te vi de longe! Dentro do ônibus, acenando pra mim. Você desceu e eu te abracei, o abraço mais apertado do mundo.

5 dias. Os 5 dias mais perfeitos que alguém pode querer! Com tantos planos feitos, nos ocupamos o dia todo passeando pela cidade, tomando cafés deliciosos e assistindo nossa série favorita: "Vampire Diaries". Você experimentou cada um dos meus chás, tocou violão e cuidou de mim quando fiquei resfriada. Até piano você tocou, no meio do shopping para minha alegria e de todas a velhinhas que te elogiaram e bateram palmas.

Chegou a segunda-feira e você teve que voltar para "Tão, Tão Distante", lutar com dragões, efrentar ventos terríveis e desertos escaldantes. E todas essas coisas que príncipes fazem.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

73 dias sem ele


Estive pensando: o que aconteceu nesses 73 dias de distância? Meus pais foram pra Europa e voltaram com 1kg de chá, que ele ainda não provou. Eu engordei 2kg, o que é uma tristeza infinita, já que foi tão difícil emagrecer. A professora substituta apareceu 4 vezes para dar aula, o que causou a maior revolta na minha turma. Fiz novas amigas! Comprei uma blusa maravilhosa do Foo Fighters, que vou usar quando sairmos juntos. Mandei 2 cartas e 3650 mensagens para ele. Fiz um monte de provas e trabalhos. Fui pra Araxá e conheci a minha sobrinha que nasceu! Minha afilhadinha aprendeu a falar, e por incrível que pareça, conversei com ela no telefone!! Ganhei um monte de bules e xícaras e tomei um monte de chás e cafés neles. Comecei a malhar! Aprendi a fazer um monte de gordices nas aulas de Dietética [clique aqui para conferir todas!]. Comemoramos o Dia dos Namorados via webcam. E por fim minha faculdade entrou de greve.

Nossa! Quanta coisa! Pensando assim, 5 dias serão pouco tempo para colocar tudo em dia. Minha ansiedade é tanta que antes mesmo dele sair de casa já vou pro ponto de ônibus espera-lo! Depois eu volto pra contar como foram os 5 dias COM ele!! :D

quarta-feira, 13 de junho de 2012

So much love!


O Dia dos Namorados começou com o Neném me ligando 00h00. Na hora fiquei morrendo de raiva de ter sido acordada no meio do meu sono de beleza, mas quando ouvi a voz linda dele dizendo "feliz dia dos namorados!!" me derreti toda e até meu sono foi embora. Passamos o dia inteiro trocando mensagens e ligações e de tardinha fiz uma surpresa pra ele! Liguei a webcam com um monte de corações na parede do meu quarto. Sou tão bobinha! Mas ele gostou, e é isso que importa, né? 

Depois de ficarmos uns 20 minutos sorrindo um pro outro e nossas bochechas ficarem com câimbra, fui pra academia. Vida de diabético é assim. Tem sempre a "hora da academia" que não posso matar porque a glicose descontrola. Então malhei rapidinho e voltei correndo pois o Bê estava me esperando pra jantar. Fiz sopa de macarrão com legumes [vulgo miojo com cenoura e batata pré-cozidas e congeladas] com o notebook do lado, no MSN. E então jantamos à luz de velas via webcam!

Esse foi meu primeiro Dia dos Namorados namorando. Amei muito! A comemoração verdadeira, sem computadores, telefones e afins envolvidos será em 7 dias! Mal posso esperar! E homenagem ao Dia mais lindo dos Namorados coloquei essa música aqui dos Ramones que é super fofa: 


segunda-feira, 11 de junho de 2012

Te esperando na janela



Amanhã é dia dos namorados. O que me consola é que caiu bem na terça-feira, fazendo com que muitos casais não possam comemorar esse dia juntos. Ainda assim acho um desperdício. Um dia dos namorados inteiro e ele lá, piano e tudo, enquanto eu estou aqui, sozinha. Vou contar até nove e ele vai vir pra mim. E então não importa o dia. Será o dia do amor, o dia de matar a saudade, dia de fazer todas aquelas coisas que planejamos mil vezes. Dia de fazer nada e fazer tudo ao mesmo tempo. Um dia muito melhor do que todos os dias dos namorados juntos e somados. Até lá estarei esperando. Na janela.

sábado, 9 de junho de 2012

Emagrecimento


Ontem vi um vídeo que minha prima linda fez sobre emagrecimento e resolvi compartilhar minhas experiências com esse tema. Vocês já sabem um pouquinho sobre como eu passei por várias pressões para emagrecer, pois eu já escrevi anteriormente no blog [clique aqui], então este post vai ser uma espécie de continuação. O que aconteceu depois de um ano?


Chubby Bunny days
Demorou, mas a adolescência chegou ao fim. Parece clichê, mas aconteceu mesmo. Meu apetite diminuiu horrores, comecei a sentir menos fome e a ficar menos preguiçosa. Eu que sempre fui "pacotera", sempre comendo não menos que um pacote inteiro de seja lá o que for, passei a me contentar com um sanduíche, um iogurte ou até mesmo uma xícara de chá apenas no lanche. Eu me lembro de comer meio pacote de pão de forma puro em um dia por ter fome incansável. Outra coisa que me fazia comer compulsivamente era o tédio. Principalmente nas férias, se eu estivesse em casa entediada, comia. Primeiro vinham as coisas gostosas: biscoitos, granola, pão-de-queijo; depois as que "sustentavam": pão com queijo, com geleia, com manteiga, puro; quando acabava o pão eu comia torrada e somente quando acabava toda a comida da casa eu partia para as frutas.


Foto by Nana
Nesse meio tempo, criei o hábito de tomar chá. Fui presenteada com chá verde do Japão e me apaixonei, e como já era diabética, me acostumei a tomar chá puro, sem açúcar ou adoçante. Quando acabou meu chá japonês foi uma tristeza. Tive que dar meu jeito e aprendi a tomar chá preto, chá branco, chá mate, tudo nacional. Depois de um tempo mendigando chá, ganhei mais dois pacotes de erva japonesa, mas eu tomava apenas uma ou duas xícaras por dia, para não acabar rápido. Minhas aventuras no mundo dos chás foram se tornando mais e mais intensas, e quando menos percebi estava fazendo uma encomenda gigante de chás para minha mãe trazer da França. Ganhei mais de 1kg de chá francês, DELICIOSO. O resultado disso foi eu tomando 5 xícaras de chá por dia, não sobrando espaço no meu estômago para nenhum biscoitinho ou pãozinho extra.

Gabi e eu com 6kg a menos
Agora sempre que estou entediada, ao invés de colocar um pacote de pipoca no microondas ou pão de queijo no forno eu faço chá. Com meu estômago cheio e quentinho, o apetite passa e nessa brincadeira emagreci 6kg! Voltei das férias pesando 55kg, fazendo apenas Pilates uma vez por semana. Todo mundo se assustou com o tanto que emagreci [menos a minha mãe que continua me achando gorda], inclusive eu, que fui correndo consultar com meu endocrinologista. Um dos sintomas de glicose descontrolada é o emagrecimento rápido, e meu maior medo era minha glico-hemoglobina estar uns 10%, quando o máximo saudável para diabéticos é 7%. Fiz os exames e meu resultado foi 5,5%, ou seja, perfeito! Segundo o médico, meu emagrecimento fez com que minha glicose ficasse mais regulada e além de elogiar, ele reduziu minha insulina! Ao invés de tomar quatro vezes ao dia, agora só tomo uma!

O resultado foi bem positivo. Perdi aquela bochecha enorme, meus braços afinaram e minhas pernas também. Infelizmente a bunda continua tão gorda como sempre... hahahaha. Com meu cabelo crescendo, minha auto-estima subiu bastante, mas como a pressão ainda existe, vou continuar seguindo a dieta, tomando meus chás ao invés de beliscar e fazer academia para tentar emagrecer mais um pouquinho.


quinta-feira, 7 de junho de 2012

One of these days...


Essa é a pior época do ano. Primeiro porque faz frio. Não posso ir pro clube, não posso usar short, só quero comer e dormir e acabo engordando. Depois porque é a época que eu fico 3 meses sem ver meu amor. Esse ano a coisa ferveu mais. Foi época limítrofe para minha paciência.

Nesses dias muita coisa aconteceu. Minha mania observadora me fez enxergar um monte de coisa podre à minha volta e como eu estava tomando as atitudes erradas e me machucando cada vez mais. Então resolvi fazer o que sempre quis mas não tinha coragem: MUDAR! 

Não foi fácil. Chorei, tive medo. Criei coragem e mudei. Desapeguei. Comecei a gostar mais de mim mesma e a fazer as coisas que eu me reprimia por acreditar que estava errada. Mas eu sempre estive certa. Tava tudo lá na minha cara e eu fui burra o suficiente para insistir em um erro ridículo. Fui humilhada publicamente. Logo eu que fico na minha, faço minhas coisas sem incomodar ninguém. Não me importo em ser julgada, continuo fazendo minhas coisinhas. E então eu descobri que tinha gente que se importava comigo e que outras não se importam com ninguém.

Aí vem aquela pergunta idiota que a gente sempre acaba fazendo. Quem sou eu? Acho que nunca vou descobrir a resposta, mas acabei tendo a certeza de quem não sou eu. Não sou juiz, então não julgo ninguém. Não sou rainha, então não mando em ninguém. Não sou escrava, então não obedeço ninguém. Então por que gostar de pessoas mandonas, que julgam todos e que só gostam de quem obedece? Amiga, to fora!

Desabafei com namorado e mãe. Os dois tiveram a mesma opinião: "o que você ta fazendo aí ainda"? Me afastando vi as coisas por cima. Não me vi lá dentro. Não vi como eu consegui ficar lá dentro antes. Não vi como alguém consegue ficar lá dentro. Me senti extremamente feliz por estar do lado de fora. Me senti feliz. Até o Neném teve orgulho de mim!

Quero finalizar com uma declaração de amor. Amigos, família eu amo vocês!

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Dica: Salada simples para uma pessoa




Hoje eu estava aqui em casa morrendo de fome e por preguiça extrema de sair de casa resolvi preparar meu próprio almoço. Foi quando eu montava minha saladinha básica que me lembrei de vocês que sempre me pedem dieta, dieta e dieta [vocês sabem muito bem quem são]! Essa dica é pra vocês!

Antes de almoçar, coma um piris de salada e garanta a ingestão de uma porção desse grupo de alimentos. Sim, uma porção de salada equivale a um piris e não a 2 folhinhas de alface ou 1 rodelinha de tomate! Comer a salada antes do almoço faz com que seu organismo sinta menos fome e portanto diminui a vontade louca de devorar tudo. Além disso, comendo salada antes das refeições meu organismo diabético absorve a glicose mais lentamente o que auxilia no meu controle glicêmico. Então vamos ao que interessa!

Salada simples acompanhada de suco para uma pessoa

Você vai precisar de:
1 piris
4 folhas de alface
1/2 tomate picado
4 colheres de sopa de cenoura ralada
Queijo ralado a gosto
1 limão
2 colheres de chá de maionese
Orégano a gosto


No piris, coloque primeiro as 4 folhas de alface, depois a cenoura ralada e o tomate. Por cima espalhe o queijo ralado. Muito simples, não? Utilizei os vegetais que já estavam na geladeira, então vocês podem substituir pelos que encontrarem em casa ou comprar outros no supermercado. Agora vem a melhor parte: o molho. Em um potinho misture a maionese, o orégano e 5 gotas de limão. Jogue o molho por cima da salada e pronto! Para não desperdiçar o resto do limão, fiz um suco espremendo o limão em um copo e acrescentando água após coar. Adocei com adoçante de sucralose, o mais indicado por não ter efeitos adversos. Ficou tudo uma delícia!

Boa salada para todos! o/






LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...