terça-feira, 1 de maio de 2012

Adiós, feriado


Sexta-feira é um dia longo. Enquanto todos estão comemorando a chegada dela, eu estou arrancando os cabelos. Data-limite de entrega de relatório com duas aulas teóricas de manhã e uma prática de tarde. Chego em casa, como alguma coisa rapidinho e vou pra academia. Só chego em casa mesmo às 20h, tão morta que só quero saber de banho e cama. Do Sábado, sim, eu gosto. Acordo tarde, almoço com meu pai, assisto J-drama até começar a pensar em Japonês e estudo um pouco. Anti-social? Nah... apenas me divirto comigo mesma. 

Esse final de semana foi véspera de feriado, e fui com meus pais para o interior visitar minha vó paterna e meus parentes. Eu iria ter aproveitado a viagem imensamente mais se não fosse diabética. Minha vó faz uns bolinhos de sonho que prefiro nem lembrar muito deles pra não ficar deprimida. Além de tudo, faz o melhor pudim de leite condensado do mundo. Digo isso com lágrimas rolando. Há cinco anos não como pudim nem bolinho de sonho. Vida de diabético não é fácil, não! Ver aquele pudim com calda de caramelo na geladeira e não poder nem dar uma provadinha.... Você não pode ficar com pena de mim. Também não comeu o pudim da minha vó!! Apesar das desventuras gastronômicas, conheci os nenéns dos meus primos, tirei fotos nos pontos turísticos e até um tapete artesanal eu ganhei. Quem fez foi a minha tia, talentosíssima. O tapete ficou lindinho no meu quarto. 

Para evitar o trânsito nas estradas, voltamos na Segunda-feira. Dormi a viagem de volta inteira. Chegamos de tarde e, para variar um pouco, fiz exercícios e relatórios. De noite assisti mais alguns episódios de "Anego", e acabei indo dormir cedo, pois estava cansada. Hoje é o feriado em si, e mais descansei que produzi. Acordei relativamente cedo e fui ao clube com meus avós maternos. Foi só chegar lá que o sol fechou e começou a ventar. Tive que desfilar pela piscina com o roupão lilás com detalhes em cetim da minha vó para não congelar. Depois do almoço corri para casa, me enfiei em uma calça de moletom, meias felpudas e cobertas, deitei no sofá e assisti "Anego" até o meu amor me ligar. Ficamos uns bons minutos conversando e desligamos para estudar. Somos o casal mais estudioso do mundo! [Exceto pela parte que não somos].

Fato é que peguei o livro do "Chiavenato" e sentei a bunda na cadeira para estudar Administração. Não pretendo seguir a carreira de Nutricionista de Unidades de Alimentação e Nutrição, mas essa matéria é obrigatória, então vamos estudar



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...