sexta-feira, 10 de maio de 2013

Boa noite, sexta-feira


Toda sexta-feira já amanhece cansada. Um dia com gosto de fim. É fim, mas ainda é meio. E então eu acordei, atrasada como sempre, ao som de "Here Comes the Sun... Tchurururu", que tocou 4 vezes até que minha voz interna me dissesse para desistir da ideia de ligar para a Sensei e desmarcar a aula de Japonês. Me arrumei como consegui nos 15 minutos que me restavam e tive que colocar meu café em uma garrafinha, rosa, para ir tomando no caminho. Lembrei da garrafinha, dos cadernos e até do lanchinho pra depois da aula. O que eu não lembrei foi de pegar um casaco, então fui andando mais rápido, pra tentar me aquecer.

Chegando lá, aquela surpresa de sempre: "COMO PODE? CADÊ SEU CASACO? VOCÊ NÃO SENTE FRIO NUNCA"? E lá fui eu me justificar que eu morri de frio o caminho todo porque meu quarto é um forno e eu esqueci de olhar a previsão do tempo antes de sair de casa. Levei mais meia hora para convencer a gentil Sensei de que eu não precisava de um casaco emprestado, que eu poderia muito bem sobreviver por mais 1h30 com um pouco de frio, já que andei e fiquei com calor.

Chegando em casa, a primeira coisa que fiz foi trocar de roupa e colocar uma bem mais quente. A segunda foi lavar toda a louça e arrumar as bagunças que deixei para trás porque acordei atrasada. A terceira foi pegar minha mochila e sair, já que ainda teria que almoçar na rua antes de ir para a faculdade. Fui para a aula sozinha, porém sempre acompanhada, celular na orelha, ouvindo a voz do meu príncipe encantado que me contou como foi o seu início de dia. A primeira aula foi chata, e li várias páginas do livro que estou devorando no momento. A segunda foi da minha matéria preferida e eu fiz anotações no meu caderno.

Às 18h caminhei sozinha e desacompanhada em direção à minha humilde casa, já que meu amor está estudando à noite e é triste, eu sei. Resisti à tentação de fazer uma pausa no café Oásis e gastar todo meu dinheiro, de comer um crepe, e só não comprei uma empada de CINCO queijos porque já era fim de expediente e só restava de frango. Acabei chegando em casa e comendo metade de um sanduíche de pão sírio com ricota, porque minha mãe estava em casa e não me deixa fazer gordice. Cheguei atrasada no Pilates porque ninguém merece chegar em casa sexta-feira de noite e ter que ir pra aula de Pilates. Voltei da academia com dor até no fio de cabelo, ajudei minha mãe a faxinar a casa e ainda fui fazer para-casa de Ingles, mas só porque vale ponto. 

Já é quase meia noite, o excesso de cafeína tirou meu sono, estou viciada em candy crush e é por isso que eu não consigo entender como alguém pode gostar de sextas-feiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...